Skip to content Skip to navigation

 

 

MERCADO DE CLOUD CRESCE E AMEAÇA O DE HARDWARE E SOFTWARE EMPRESARIAIS

Claro que essas empresas estão reagindo, algumas fornecendo seus próprios serviços de Cloud Computing, mas ainda assim o ramo de hardware sai prejudicado.

De alguns anos para cá, a Computação na Nuvem vem ganhando uma importância cada vez maior no mundo corporativo, e a nova tendência das empresas é a migração de seus sistemas para ela. Mas enquanto o mercado de Cloud Computing cresce, o de venda de hardware e softwares empresariais diminui, colocando em xeque os lucros de grandes empresas do ramo, como IBM e HP.

A Computação na Nuvem chegou em uma época de redução e otimização de custos, e é uma alternativa muito mais econômica para as empresas, pois elas não precisam se preocupar com custos de aquisição de hardware, manutenção e principalmente atualização.

Fonte: Canal Tech

Autor: Redação

Data: 05/12/2013

Hora: 17h36

Clique aqui para ler na íntegra.

 

COMENTÁRIOS:

Através da cloud computing é possível reduzir custos das empresas, isso todo mundo já sabe, mas o que é interessante é como que a cloud acaba por “prejudicar” empresas produtoras de hardware. Veja, não é objetivo da cloud prejudicar essas empresas, mas acontece indiretamente devido às suas características. Como não se faz necessário a aquisição de hardwares (e até mesmo softwares) ditos ‘empresariais’ (mais robustos e caros) por parte dos usuários, as empresas que os fabricam acabam perdendo market share.

Claro que gigantes como a IBM e a HP não estão paradas vendo seus negócios irem por água abaixo, estão se movimentando para oferecer os seus próprios serviços de nuvem, entretanto para cada dólar ganho com nuvem, até dois pode ser perdido enquanto a linha de produção dos hardwares for mantida ativa.

Se pensarmos que as máquinas que funcionam em modalidade cloud também precisam de hardwares, chegaremos a conclusão de que hardwares nunca poderão deixar de ser produzidos, porém, a quantidade será bem reduzida e o único mercado disponível será justamente das empresas que provém esse tipo de computação.

Já com relação aos softwares é mais difícil de afirmar a mesma coisa. É bem provável que chegará um dia em que não existirão mais softwares de cliente-servidor (aqueles que vêm em um CD para serem instalados nas máquinas dos usuários), pois todos rodarão na nuvem se quiserem ser comercializados. Isso se agravará ainda mais devido à mobilidade: o acesso aos programas através de smartphones e tablets; mobilidade essa que só é alcançada através de conexões via internet cada vez mais rápidas e disponíveis.

Tudo isso serve para mostrar o poder da nuvem e para fazer um alerta: quem quiser sair na frente, deve avaliar a possibilidade de migrar suas aplicações para a nuvem o quanto antes, uma vez que quando todos estiverem lá, não significará mais potencial competitivo.

Blog

14/07/2017
Além das questões associadas à gestão de contencioso e contratos, as áreas jurídicas têm ainda que responder ...
12/07/2017
As empresas estão sujeitas a vários riscos, entre eles, o risco jurídico, e a correta gestão desses riscos é o que garante...

Newsletter



 

e-Xyon Tecnologia para Gestão © 2016 - Todos os direitos reservados   |  Política de Privacidade  |  Feedback