Skip to content Skip to navigation

 

 

MINISTÉRIO DO TRABALHO DESCOBRE ESQUEMA NO GALEÃO QUE ESCRAVIZA CHINESES RECÉM-CHEGADOS AO BRASIL

A investigação também apontou que agências na China oferecem oportunidades de trabalho no Brasil, anunciando o serviço em placas em Guangdong.

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) afirma ter descoberto um esquema de corrupção no controle imigratório do Aeroporto Internacional Tom Jobim, o Galeão, na zona norte do Rio. Segundo o MTE, agentes cobram propinas de donos de pastelarias e atravessadores responsáveis por trazer chineses para trabalhar em regimes exaustivos, de escravidão por dívida, em lanchonetes na região metropolitana do Rio.

O documento, obtido pelo jornal "O Estado de S. Paulo", foi encaminhado no dia 28 para o Ministério Público Federal e a Divisão de Fiscalização para Erradicação do Trabalho Escravo (Detrae). O texto detalha o funcionamento do esquema, delatado por uma pessoa que trabalhava com os empresários chineses suspeitos de "importar" jovens da Província de Guangdong, no sul da China, uma das mais pobres do país.

Fonte: JusBrasil

Autor: Camila Vaz

Data: 08/2015

Clique aqui para ler na íntegra

 

COMENTÁRIOS:

Apesar de ser uma modalidade de escravidão diferente da adotada durante o Brasil colônia, ainda não é menos indigna e degradante que aquela praticada durante o Ciclo da Cana e o Ciclo do Ouro na história brasileira. Os imigrantes compram uma ideia de melhores condições de vida e trabalho em outro país, e quando chegam aqui são obrigados a trabalhar em condições sub-humanas e exautivas para que possam pagar pelas despesas de suas viagens. O pior: não sabem o que os aguarda e são "comprados" por seus conterrâneos para produzir de graça.

Há ainda de se salientar a participação de brasileiros nesse processo. Não deveriam estes trabalhar para evitar tal tipo de episódio ao invés de participar e contribuir para que seres humanos sejam explorados? Não estão estes recebendo para que faça-se cumprir a lei de imigração?

Entretanto, é, no mínimo, interessante ver que após acordos extrajudiciais, onde recebem uma reparação financeira, os chineses continuam a trabalhar nas mesmas lanchonetes em que outrora eram explorados. É uma situação alarmante! Se chegam aqui e passam por tal situação, em quais situações deveriam viver em seu país de origem?

Blog

18/09/2017
Encerrar os processos é parte essencial da gestão jurídica de departamentos jurídicos, pois reduz o estoque de processos gerencia...
01/08/2017
Quando o número de clientes de um escritório de advocacia cresce, pode se tornar mais complicado dar conta de todos os contatos gerados por ele...

Newsletter



 

e-Xyon Tecnologia para Gestão © 2016 - Todos os direitos reservados   |  Política de Privacidade  |  Feedback